Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Não faças mal a ninguem

nome:

Manuel Augusto Francisco (rusga)

ano nascimento:

05/03/1948

freguesia: Grândola
concelho:
Grândola
distrito:
Setúbal
data de recolha: Fevereiro 2007
 

Dados de inventário
  • Não faças mal a ninguém
  • Poetas Populares de Grândola - Vídeo Poesia Popular.

    “Não faças mal a ninguém”- Poema que aconselha a praticar o bem e perdoar o mal que é feito por outrem.

    Manuel Augusto Francisco (Rusga); Ano de nascimento: 1948; Concelho de Grândola.

    Registo 2007.

Transcrição
  • Não faças mal a ninguém

     

    Não faças mal a ninguém

    mesmo que tenha razão.

    Se pagares o mal com o bem

    praticas uma boa acção.

     

    O fazer mal é errante(1)

    e o fazer mal está errado.

    E quem o fizer é culpado

    de provocar o semelhante.

    Provoca uma dor constante

    eu tenho a certeza, porém

    nunca trates com desdém

    e trata sempre com carinho

    pra(2) seguires esse caminho,

    não faças mal a ninguém.

     

    Se algum dia te acontecer

    por outro seres ofendido

    nunca deves tirar partido

    de quem é fraco no saber.

    Tu deves compreender

    que são falhas da ocasião.

    Perdoa, se tiver perdão.

    Mantém-te calmo e sereno

    e não abuses do mais pequeno

    mesmo que tenha razão.

     

    Uma vez que a violência

    só traz é erros na vida

    nesta carreira seguida

    e neste mundo de ciência.

    Corre perigo na eminência

    é rude esse que a têm.

    Repara que mais além

    um crime é praticado

    mas és por todos elogiado

    se pagares o mal com o bem.

     

    Respeita para seres respeitado

    e nunca pises maus trilhos.

    E evita quaisquer sarilhos

    se a isso fores obrigado.

    Toma quartel(3) e cuidado

    nunca dês passos em vão.

    Ajuda qualquer ancião

    sem precisares de uma aviso.

    Se ajudares quem tem preciso

    praticas uma boa acção».

     

    Manuel Augusto Francisco (Rusga), Grândola, Fevereiro de 2007

    Glossário:

    (1) Errante – ignorante, sem bom senso.

    (2) Praabreviatura oral de “para a”.

    (3) Toma quartel – no caso, advertência para prestar atenção.

    Para a execução deste glossário consultaram-se as seguintes fontes: http://www.priberam.pt; http://www.infopedia.pt/; http://aulete.uol.com.br

     

     

     

     

     

     

     

Caracterização
  • Décimas.

    Quadra (mote) seguida de uma glosa em 4 décimas (em redondilha maior).

    Classificação: Proposta por Paulo Correia (CEAO/ Universidade do Algarve) em Julho de 2007.

Identificação
  • Não faças mal a ninguém
  • Manuel Augusto Francisco (Rusga)
  • 1948
Contexto de produção
  • Comunidade - Poetas Populares de Grândola
Contexto territorial
  • Biblioteca Municipal de Grândola (contacto Cristina Bizarro).
Contexto temporal
  • Actualmente sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Grândola.
Manifestações associadas
  • A poesia alentejana de Grândola era dita em festas, feiras, locais de entretenimento e principalmente em tabernas.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Poetas populares em iniciativas esporádicas do Município de Grândola. Em Grândola, vários poetas populares participam na iniciativa Rota das Tabernas (16ª edição em 2010) realizada em Junho.

    Existem vários Encontros de Poetas Populares, nomeadamente em concelhos do Alentejo e do Algarve.

Equipa responsável
  • José Barbieri
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA