Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Sobre o Colóquio

evento: COLÓQUIO - CULTURA VISUAL URBANA E EXPRESSÕES DE ARTE POPULAR
data: 18 de Novembro de 2011, outras datas
local: Porto, ISCAP, sala de leitura informal da Biblioteca
organização: Centro de Estudos Interculturais (CEI) do ISCAP, Instituto Politécnico do Porto
Laboratório de Antropologia Visual do CEMRI da Universidade Aberta
resumo: Pretende-se com este seminário multidisciplinar reunir investigadores de distintas áreas científicas com trabalho de investigação desenvolvido em torno do uso social do espaço público urbano, nomeadamente, enquanto dispositivo de comunicação de natureza visual. Sendo a cidade um território denso de significados, apresentando-se como uma verdadeira linguagem nas palavras do célebre semiólogo Roland Barthes, interessa-nos questionar as distintas formas através das quais os indivíduos e grupos sociais se apropriam dos recursos do quotidiano para se manifestarem na metrópole. Neste contexto, o espaço público urbano tem sido estudado como um território disputado, fonte de negociações e conflitos entre distintos actores sociais e instituições. Tal não invalida que este também seja, reiteradamente, descrito como um espaço de diálogo verdadeiramente democrático. Este facto explica que, historicamente, este seja apropriado por aqueles que, à margem dos poderes instituídos, usam formas criativas, transgressivas ou marginais, de conquista de um campo de visibilidade. A cidade é, por isso, um repositório de expressões populares de natureza mais ou menos efémera. O graffiti, a arte urbana, as pichagens políticas e as declarações de amor, os painéis pintados dos barcos moliceiros, a imagética do turismo e da publicidade, o mundo virtual/visual são, entre muitos outros exemplos, manifestações que se inscrevem nestas elocuções populares. Algumas destas manifestações têm sido estudadas pelas suas qualidades estéticas, despertando, inevitavelmente a uma série de interrogações sobre o papel simbólico, político e cultural, destas linguagens que emergem à margem do poder e das convenções da arte oficial. Propomos aos participantes nesta iniciativa um debate em torno dos pressupostos teóricos e metodológicos de pesquisa sobre a cultura visual urbana, a partir de estudos empíricos ou reflexões inovadoras. Em particular, gostaríamos de contribuir para a troca de conhecimentos e experiências em torno das seguintes temáticas: Espaço público como terreno de comunicação; Conflitos e negociações sobre o uso do espaço público citadino; Estética e política das artes populares urbanas; Linguagens visuais urbanas; Marginalidade, estigma e arte urbana; Relação entre arte oficial e arte popular; Artes populares urbanas e interculturalidade.

CEI-logo

iscap

 

http://www.iscap.ipp.pt/cei/

Centro de Estudos Interculturais

Gabinete 333 Rua Jaime Lopes Amorim, s/n

4465-004 S. Mamede Infesta,

S. Mamede Infesta, Portugal

Telefone: +351 22 905 00 37

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

DESCARREGAR O LIVRO

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA