Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

O barbeiro

24 e 25 de Março 2012

Montemor-o-Novo

Encontro Nacional de Teatro D. Roberto

"Raul Pereira (Limite Zero) apresenta este espectáculo a partir da recolha etnográfica do teatro popular português de fantoches de luva.

Representado há cerca de três séculos por companhias ou bonecreiros solitários, que percorriam o país alegrando feiras, praias e romarias, foi-se perdendo ao longo dos tempos, restando apenas na memória da infância de uma geração mais velha. Da tradição europeia de fantoches populares, o Teatro Dom Roberto é aquele que se apresenta mais depurado de artifícios cénicos, vivendo apenas dos personagens e da acção que se desenvolve entre eles.

O BARBEIRO

No dia do seu casamento, Dom Roberto resolve ir ao barbeiro fazer a barba.

Ao longo de muitas peripécias o barbeiro executa a sua tarefa e finalmente apresenta-lhe a conta. Dom Roberto recusa-se a pagar. Lutam e Dom Roberto acaba por matar o barbeiro. Vem a Morte buscar a vítima e pretende levar Dom Roberto consigo. Luta de vida ou de morte que Dom Roberto naturalmente vence, matando a própria Morte."

 

Fonte original do texto: http://www.almadarame.pt/

 

 

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA