Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

A solteirona

nome:
Idalina Cacito
ano nascimento:
1938
freguesia: St. Clara de Louredo
concelho:
Beja                                           
distrito:
Beja
data de recolha: Abril 2010
 
 

Dados de inventário
  • A solteirona
  • Beja

    “A solteirona”- Anedota em que uma mulher solteira pede a intercepção divina para casar depressa e um sacristão causa uma situação cómica.

     

    Idalina Cocito; St. Clara de Louredo; Ano de nascimento: 1938; Concelho de Beja.

    Registo 2010.

Transcrição
  • A solteirona(1)

     

    (…) Era uma mulher que era ali de Vale de Açougue, que vieram prà’qui(2). (...) E ó’pois(3) era solteirona... Era solteirona e a’pois(4) (…) não casava!

    Mas ela assim: - Olha, eu vou à missa!

     

    (…) E havia sacristão(5)! - Agora na’(6) há sacristão! (…) O padre começou:

    - Senhor do Rosandáiro(?)...

     

    - Casai-me cedo. - Dizia ela.

    E ó’ depois o sacristão disse assim:

    - Não casas, não! - O sacristão.

    E ela assim: - Caluda! A mãe ‘tá(7) calada e o badameco(8) do moço é que ‘tá conversando! - Que era o que a santinha tinha ao colo! O moço! Que a santinha tinha ao colo... Um boneco que a santinha tinha ao colo.

     

    - Caluda!(9) A mãe ‘tá calada e o moço...O badameco do moço é que ‘tá conversando! - Pensava qu’o(10) boneco da santa é que… (…) falava!

     

    Idalina Cacito, Beja, Abril de 2010

     

    Glossário:

    (1) Solteirona – mulher de meia-idade que é solteira, que não casou (aumentativo feminino de solteira).

    (2) Prà’qui – para aqui.

    (3) Ó’ pois “depois” (modo informal e coloquial, reprodução da pronúncia).

    (4) A’pois - “depois” (modo informal e coloquial, reprodução da pronúncia).

    (5) Sacristão –  «Homem que tem a seu cargo a sacristia, o arranjo de uma igreja, servir de ajudante à missa, etc.»

    (6) Na’ -não (pronuncia popular, uso coloquial).

    (7) ‘Tá – “está”- pronúncia popular do verbo “estar”, abreviatura oral, de uso informal e coloquial.

    (8) Badameco – rapaz atrevido; criança malcriada.

    (9) Caluda! – Silêncio!

    (10) Qu’o – que o.

    Referências bibliográficas e recursos online utilizados no glossário:

    http://www.ciberduvidas.com; http://www.priberam.pt; http://www.infopedia.pt;http://aulete.uol.com.br.

    Pombinho Júnior, J. A. (1938). Vocabulário alentejano (subsídios para o léxico português). Revista Lusitana. Volume XXXVI. Lisboa: Livraria Clássica Editora. pp. 210-211.

     

     

     

     

     

Caracterização
  • Conto Jocoso: Ciclo “Histórias sobre Mulheres”, Tipo 1511, O Aviso dos Sinos (Advice of Bells)

     

     

    Classificação: Isabel Cardigos (CEAO/Universidade do Algarve) em Setembro de 2011

     

    Fonte da classificação: Isabel Cardigos, Paulo Correia, J. J. Dias Marques, Catalogue of Portuguese Folktales, “F.F. Communications nº 291 “ Academia Scientiarum Fennica, Helsínquia, 2006.Elaborado a partir dos catálogos internacionais, nomeadamente o “Aarne-Thompson” (The Types of the Folktales, “F.F.C. nº 184, Helsínquia1961) e a recente reformulação de Hans-Jörg Uther, The Types of International Folktales: A Classification and Bibliography, “F.F.C. 284-286”, Helsínquia 2004.

Identificação
  • A solteirona
  • Idalina Cocito
  • 1938
Contexto de produção
Contexto territorial
  • St. Clara de Louredo através da Biblioteca Municipal de Beja (contacto Cristina Taquelim).
Contexto temporal
  • Actualmente sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Beja.
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Contadores de histórias que participam em iniciativas do Município de Beja. São convidados na iniciativa Palavras Andarilhas. Vão a escolas, lares e bibliotecas.

Equipa responsável
  • Lénia Santos
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa


 

Visite a nova exposição virtual!

PCI Livro

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL
MEMORIAMEDIA e-Museu - métodos, técnicas e práticas

+ MEMORIAMEDIA