Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

O filho pródigo

nome:
Adélia Augusta Pires Garcia
ano nascimento:
1933
freguesia: Caçarelhos
concelho:
Vimioso
distrito:
Bragança
data de recolha: Outubro 2010
 
 
 

Dados de inventário
  • O filho pródigo
  • Vimioso

    "O filho pródigo" - Conta a história de um moço abastado que desbarata a sua herança levando uma vida desregrada e que retorna, arrependido, ao seio da família.

     

     

    Adélia Augusta, 1933. Caçarelhos.

    Registo 2010.

Transcrição
  • *O filho pródigo*(1)

     

     

    Numa grande e bela herdade(2), em riqueza e alegria,

    um pai, cheio de bondade,       com seus dois filhos vivia.

    Um dia, o filho mais novo         ao seu pai veio falar:

    - dá-me, pai, a minha herança, que eu dela quero gozar(3).

    O pai deu-le(4) , sem tardança(5), deixa seu filho abalar.

    Lá foi sem olhar pra(6) trás,       muito má vida levou.

    O desgraçado rapaz                 a folgar tudo gastou.

    Enquanto se divertia                 teve muito companheiros,

    mas os amigos fugiram                        quando acabou o dinheiro.

    Passa agora frio e fome           e na miséria que o consome.

    Diz consigo, pobrezinho:          - pra comer nem tenho pão.

    Estou aqui triste e sozinho,        que farei nesta aflição?

    Com meu pai irei ter                  e irei ajoelhado:

    ‘teu filho não devo ser               e  deixa-me ser teu criado’.

    Assim o filho perdido               volta a casa arrependido.

    Quando o pai o viu chegar,       de alegria até chorou,

    correu para o abraçar               com ternura o levantou.

    -Ó meu filho, coitadinho,           que voltaste ao bom caminho,

    vem comer, vem te vestir,         e venham para te servir.

    Grande foi este dia                   de perdão e alegria.

    A quem de casa fugiu              e a casa quis voltar,

    o pai com amor abriu               as portas de par em par.

    Assim para o pecador,             que um dia cai em pecado,

    pode a sua alma estar certa      que, por amor e perdão,

    Jesus tem a porta aberta,         a porta da confissão.

     

    Adélia Augusta Pires Garcia, Caçarelhos (Vimioso),Outubro de 2010

     

    Glossário:

    (1) Filho pródigo – aquele que retorna à família, arrependido, depois de longa ausência e vida desregrada.

    (2) Herdade – grande propriedade rural que engloba habitação e terras de cultivo.

    (3) Gozar – usufruir, desfrutar, tirar proveito.

    (4) -Le – ‘lhe’ (pronome, registo popular e modo informal).

    (5) Tardança – demora, delonga.

    (6) Pra – “para” (redução da preposição “para”, sua forma sincopada,usadano registo popular, informal - reprodução da pronúncia).

     

     

    Referências bibliográficas e recursos online utilizados no glossário:

    Barros, Vítor Fernandes, (2006). Dicionário do Falar de Trás-os-Montes e Alto Douro. Lisboa: Edição Âncora Editora e Edições Colibri, p.254

    Barros, Vítor Fernandes, (2010). Dicionário de Falares das Beiras. 1ª. Edição. Lisboa: Âncora Editora e Edições Colibri, p.243

    http://michaelis.uol.com.br; http://aulete.uol.com.br; http://www.infopedia.pt; http://www.priberam.pt; http://www.ciberduvidas.com

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Caracterização
    • Romance

    Nota: ver Fontes, Manuel da Costa & Fontes, Maria João Câmara. (1987). Romanceiro da Província de Trás-os-Montes (distrito de Bragança), volume 1. Coimbra: UC Biblioteca Geral, p. 63.

Identificação
  • O filho pródigo
  • Adélia Augusta
  • 1933
  • Trabalhadora agrícola reformada
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Caçarelhos, Vimioso, casa de Francisco Augusto
Contexto temporal
  • Hoje sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Vimioso
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Residentes do concelho de Vimioso que são convidados para iniciativas do Município e Biblioteca de Vimioso. Principais actividades desenvolvidas que estas manifestações culturais:

    Sons e Ruralidades em Vimioso

    ANAMNESIS - Encontro de Cinema, som e tradição oral.

    Feira de artes, ofício e sabores

    (ver links em documentação)

Equipa responsável
  • José Barbieri e Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa
  • José Barbieri - realização do documentário (ver link em documentação)