Memoria Imaterial CRL
Instituto de Estudos de Literatura e Tradição - patrimónios, artes e culturas

M E M O R I A M E D I A

e-Museu do Património Cultural Imaterial

Hino a Caçarelhos

nome:
Adélia Augusta, Maria Falcão e Maria Lopes
ano nascimento:
1933, 1935 e 1938 (respectivamente)
freguesia: Caçarelhos
concelho:
Vimioso
distrito:
Bragança
data de recolha: Outubro 2010
 
 
 

Dados de inventário
  • Hino de Caçarelhos
  • Vimioso

    "Hino de Caçarelhos" - Cantiga de louvor à aldeia de Caçarelhos (sobre algumas das suas características).

    Grupo de Vimioso - Adélia Augusta, Maria Falcão e Maria Lopes.

    ano de nascimento 1933, 1935 e 1938 (respectivamente). Caçarelhos.

    Registo 2010.

Transcrição
  • Hino a Caçarelhos

     

    Lindo Caçarelhos(1),

    terra como tu não há.

    Quando chegares a ser vila

    depois quem te falará.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Tens os campos jardinados,

    com grandes ramos de buxo/luxo(?).

    Mas na nossa linda igreja

    tiveste um grande repuxo!

     

    Mas na nossa linda igreja

    tiveste grande repuxo!

     

    Lindo Caçarelhos,

    terra como tu não há.

    Quando chegares a ser vila

    depois quem te falará.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

    Tens uma linda capela,

    que é a de Santa Luzia.

    Tens outra ao cemitério

    que é da Sagrada Família.

     

    Tens outra ao cemitério

    Que é da Sagrada Família.

     

    Lindo Caçarelhos,

    terra como tu não há.

    Quando chegares a ser vila

    depois quem te falará.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Tens uma linda estrada

    de Angueira(2) pra Vimioso(3),

    Como ficaste no centro,

    de todos o mais formoso.

     

    Como ficaste no centro,

    de todos o mais formoso.

     

    Lindo Caçarelhos,

    terra como tu não há.

    Quando chegares a ser vila

    depois quem te falará.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Tens um lindo cruzeiro(4),

    como não há outro igual.

    E tens um largo formoso

    que  lhe chamam hospital.

     

    E tens um largo formoso

    que lhe chamam hospital.

     

    Lindo Caçarelhos,

    terra como tu não há.

    Quando chegares a ser vila

    depois quem te falará.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Tens uma linda estrada

    daqui pra Miranda do Douro.

    E no meio do povo

    rico tanque, lavadouro.

     

    E no meio do povo

    Rico tanque, lavadouro.

     

    Lindo Caçarelhos,

    terra como tu não há.

    Quando chegares a ser vila

    depois quem te falará.

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.

     

    Ói ó ai

    Alegria raparigas,

    mostrai as vossas belezas,

    cantai as vossas cantigas.»

     

    Adélia Augusta, Maria Augusta, Maria Falcão, Caçarelhos, Outubro de 2010

     

    Glossário:

    (1) Caçarelhos – aldeia do concelho de Vimioso, freguesia de Caçarelhos, região Norte, sub-região de Alto Trás-os-Montes, distrito de Bragança.

    (2) Angueira – aldeia do concelho de Vimioso, freguesia de Caçarelhos, região Norte, sub-região de Alto Trás-os-Montes, distrito de Bragança, confina com Avelanoso, Serapicos, São Joanico e Caçarelhos (Vimioso) e aldeias de São Martinho de Angueira e Especiosa (Miranda do Douro).

    (3) Vimioso – vila do distrito de Bragança, sub-região de Alto Trás-os-Montes e região Norte.

    (4) Cruzeiro cruz grande de pedra erguida em caminhos, igrejas, cemitérios, praças, adros.

    Referências bibliográficas e recursos online utilizados no glossário:

    http://angueira-angueira.blogspot.com/;http://aulete.uol.com.br; http://cacarelhos.no.sapo.pt/;

    http://michaelis.uol.com.br; http://pt.wikipedia.org/wiki/Caçarelhos; http://www.infopedia.pt/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Vimioso;

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Caracterização
    • [cancioneiro]
    • Classificação por Paulo Correia, CEAO, 1 de Março de 2011.
Identificação
  • Hino de Caçarelhos
  • Grupo de Vimioso
  • Ver resumo
  • Trabalhadoras agrícolas reformadas.
Contexto de produção
Contexto territorial
  • Caçarelhos, Vimioso, casa de Francisco Augusto
Contexto temporal
  • Hoje sem periodicidade certa. Encontros informais e iniciativas do Município de Vimioso
Manifestações associadas
  • Transmitidas aos serões, em quotidianos de trabalho e lazer.
Contexto de transmissão
  • Estado de transmissão
    • activa
  • Residentes do concelho de Vimioso que são convidados para iniciativas do Município e Biblioteca de Vimioso. Principais actividades desenvolvidas e que enquadram estas manifestações culturais:

    Sons e Ruralidades em Vimioso

    ANAMNESIS - Encontro de Cinema, som e tradição oral.

    Feira de artes, ofício e sabores

    (ver links em documentação)

Equipa responsável
  • José Barbieri e Filomena Sousa
  • José Barbieri
  • Maria de Lurdes Sousa
  • José Barbieri - realização do documentário (ver link em documentação)